192 SMART assina termo de parceria com Corpo de Bombeiros do Pará

192 SMART assina termo de parceria com Corpo de Bombeiros do Pará

O 192 SMART está alçando voo e chegando mais longe, levando prevenção de acidentes no trânsito para os extremos do Brasil. Na última quinta-feira (22), depois de conversas mantidas com a Secretaria de Segurança Pública do Pará, a SAS Smart, startup desenvolvedora do aplicativo, firmou um termo de cooperação e parceria com o Corpo de Bombeiros do Estado.

“Esse é um passo que veio para beneficiar e agilizar o nosso processo, tendo em vista que o tempo-resposta é nosso maior aliado, então, tudo que vier para somar e trazer boas respostas será bem-vindo”, disse na ocasião o comandante-geral do CBMPA, coronel Zanelli Nascimento. O subdiretor de telemática, major Marcus Queiroz, lembrou que se trata do primeiro corpo de bombeiros a adotar a tecnologia: “Seremos a primeira corporação do Corpo de Bombeiros no Brasil a usar a ferramenta. Também estamos no pré-lançamento do nosso novo sistema de ocorrências, na fase do término de desenvolvimento que vai facilitar nosso serviço referente ao cadastramento das ocorrências atendidas por nossa instituição”, afirmou.

Adriana Mallet, CEO da SAS Smart, assina o termo de cooperação ao lado do comandante-geral do CBMPA, coronel Zanelli Nascimento

Na prática, a parceria assinada entre o 192 SMART e o CBMPA significa que a instituição passará a receber, em tempo real, todos os chamados originados no aplicativo na Região Metropolitana da capital paraense, que reúne, além de Belém, outros dois municípios: Ananindeua e Marituba, onde há cerca de 575 mil veículos, quase 75% deles em Belém, de acordo com o Denatran local. A população da Grande Belém é de cerca de 2,1 milhões de habitantes, segundo o IBGE, 70% na capital.

Os dados fornecidos pelo Corpo de Bombeiros Militares do Pará (CBMPA) mostram de que tipo são os principais acidentes ocorridos na região. Entre as ocorrências atendidas em 2017 pela instituição, mais de 60% são colisões entre carros e motos ou quedas de moto. Cerca de 21% das ocorrências de 2017 foram atropelamentos de pedestres ou de ciclistas. Ao todo, houve no ano passado cerca de 1,9 mil incidentes no trânsito da região, segundo o CBMPA.

A CEO da SAS Smart, a médica Adriana Mallet, viajou a Belém para dar início à parceria e à integração do aplicativo aos sistemas do Corpo de Bombeiros da região. Pará é o segundo Estado brasileiro em que o 192 SMART é implementado. Em setembro de 2017, Limeira, no interior de São Paulo, foi a primeira cidade a adotar a tecnologia, por meio do SAMU local, que também atende a cidade vizinha de Cordeirópolis. O aplicativo está em negociação em cidades de outros seis estados: Alagoas, Ceará, Bahia, Goiás, Santa Catarina e Tocantins.

Fotos: Divulgação/CBMPA e Carlos Yury/AsCom/CBMPA

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *